Primeiro dia de casados

O Ricardo anda a ver alguns vlog's e anda a aprender muito, nomeadamente no que diz respeito a fazer vídeos giros e mais complexos.
Então na sexta-feira, estando os dois de folga e aproveitando uns vouchers do IKEA que nos deram pelo casamento lá fomos nós, num dia cheio de sol, de mota até ao IKEA de Haarlem.

Nem vos passa pela cabeça o trabalho de filmar tudo para ficar assim bonitinho, pior mesmo foram as mais de 3h que o Ricardo passou a editar o vídeo e a gravá-lo no computador e por no youtube.

Sim, fica giro, mas dá uma trabalheira e eu não tenho muita paciência, o que vale é que ele tem... Editar vídeos também não é comigo, nem no photoshop mexo quanto mais...

Mas foi um dia giro, principalmente ir ver os aviões aterrar de tão perto. Esteve um dia de sol maravilhoso, um céu azul lindo, simplesmente perfeito!






O que andas a fazer verinha?

A arranjar a bicicleta do marido pois claro...!
Sim que isto de pagar 20€ para mudar uma câmara de ar é um abuso!


O NOSSO DIA!!!!!

Como disse no post anterior, claro que assinar um papel não nos faz apaixonar mais por outra pessoa, não muda o que sentimos mas, quer queiramos quer não, é algo importante.

Por isso mesmo decidimos ir vestidos a rigor até à embaixada. Chegámos ligeiramente atrasados por causa do trânsito que se sentia em Amesterdão e em Haia, mas chegámos a tempo de casar...
A Sofia é uma querida e levou-nos para uma sala toda bonita da embaixada para tirarmos fotografias giras, fez uma mini cerimónia e deu-nos os papéis para assinar, até a Rita assinou apesar de não serem precisas testemunhas.

Depois de uma quantas fotografias nas salas da embaixada, mais umas quantas frente a um palácio de Haia, seguimos para almoçar na praia, apesar da chuva (foi um casamento muito abençoado), mas como chuva nunca matou ninguém lá fomos.
O restaurante tem uma decoração muito gira, o serviço foi bom e a comida estava deliciosa... Bom vinho, boa comida, boa companhia e a praia faz um excelente copo de água.

Na volta parámos para ir buscar o bolo feito pela Canvas Cakery, e não podia ser mais perfeito!
Ao chegar a casa apenas tivemos uma hora para trocar de roupa, arranjar tudo para receber os convidados e comer qualquer coisa à pressa.

O bolo estava fofo e delicioso, com recheio de limão para cortar o chocolate, foi um sucesso!!! Mostrámos as fotografias que tirámos, falámos, convivemos e foi um excelente serão...

Em Setembro festejaremos em Portugal com família e amigos também :D












Casar

Ora vamos lá falar de casamento...
Eu nunca pensei que me iria casar, é mesmo verdade, e agora, de repente, numa semana, vou casar e estamos a comprar casa...

Apesar de tudo, esta decisão de casar foi assim meio racional. Nunca me casaria com alguém de quem não gostasse mas o motivo prende-se com 1) a necessidade de o fazer até fazermos a escritura da casa (daqui a umas semanas), 2) a impossibilidade de registar a nossa união de facto de forma gratuita (na Holanda em termos legais é igual a casar), aqui podemo-nos casar ou registar união de facto gratuitamente mas as marcações (1h por semana) estão cheias até Março por isso a opção mais em conta será casar na embaixada, 3) questão económica, nenhum faz questão de grande festa e esta foi a maneira mais em conta que encontrámos. Casar no registo Holandês custa 530€, casar na embaixada 150€ + uns documentos o que ficará a cerca de 200€.

Na embaixada tinham vaga, fica mais barato, a certidão de matrimónio vem já em formato internacional e casamos em território Português. Registrar o casamento português na Holanda é gratuito.

Entretanto decidimos comprar alianças, que nunca são baratas mas também não foram muito caras, mandámos fazer um bolo, eu comprei um vestido que não é de noiva mas de cerimónia e o Ricardo umas calças de fato, camisa, sapatos e cinto.

E perguntam vocês "Qual a sensação de estar noiva?" e digo-vos que é exactamente igual, nada muda... mas há um certo nervoso miudinho, um formigueiro bom :D


Sail Amsterdam

Sail Amsterdam é o maior evento que existe na Holanda e realiza-se a cada cinco anos. Os holandeses adoram barcos e bom tempo e o que é melhor do que ver barcos num dia de sol?!
À última hora convidaram-me para ir dar uma volta de barco e passar pela zona onde está o Sail Amsterdam e claro que não poderia recusar.

Olhando para a frente só via um mar de barcos, olhando para a margem um mar de pessoas, então decidimos dar uma volta pelo lado de fora, apanhar uns amigos do dono do barco pelo caminho (o que não foi fácil) e ir ver os barcos que andaram em competição na volta ao mundo. Depois desta volta abandonei o navio com uma amiga porque tínhamos assuntos urgentes a tratar.

Mas adorei, o evento é mesmo enorme, os barcos são gigantes e fantásticos e o melhor de tudo foi que usufruímos de tudo isto enquanto bebíamos um copo de vinho fresco...

Ficam aqui umas fotografias vistas da água. Até daqui a cinco anos.









Novo ano escolar começa...

Começa um novo ano escolar e lembro-me dos meus anos de estudante...
Alturas em que gostei mais do que outras de começar a escola, mas muitas vezes contente por rever amigos e até de aprender.

Aqui para muitos alunos finalistas do secundário o objectivo é poder, no fim do ano, colocar a sua mochila pendurada à janela de casa... Sim é uma tradição por cá, bastante engraçada e que segundo consta também para evitar constrangimentos, assim ninguém tem de perguntar se um vizinho ou amigo acabou o secundário.







                                                                       

Produtos essenciais I

Todos nós temos alguns produtos/objectos sem os quais não conseguimos viver...
Por norma deve-se ao hábito e um dos produtos que nem eu nem o meu namorado conseguimos deixar de viver é...


Exacto estes géis de duche!
Antigamente usava os da Dove e adorava! É verdade que adorava, mas depois de experimentar estes e tendo voltado aos Dove estou a desejar que acabe o frasco para voltar aos nivea & oil.

A pele fica muito mais macia e hidratada e até o Ricardo nota e pediu que nunca mais comprasse outros.
E vocês, têm algum gel de duche preferido?

Micróbios III


Aqui por terras das túlipas é muito comum ver a casa de banho separada do duche/banheira ou seja, há uma casa de banho social e uma casa de banho sem sanita.

Digo-vos que ADOROOOO!!!!

Há coisas que eu não gosto mesmo, uma dela é quem despeja o autoclismo com a tampa levantada, não tem nada a ver com ser homem ou não! Tem tudo a ver com as partículas fecais e urinais que viajam pela casa-de-banho fora... Sim as partículas vão para o ar, para a nossa roupa, para a toalha das mãos e, se se tiver uma casa de banho com tudo (sanita e duche) viajam até às escovas de dentes, à escova do cabelo, etc...

Não é loucura, é mesmo verdade  e pode ser verificado aqui!
Vocês querem lavar os dentes com partículas do que fazem na sanita?! Pensem bem...

Por isso é que é importante baixar a tampa da sanita! Não porque nós mulheres somos umas chatas ou queremos que baixem para nós não termos de o fazer mas sim para não andar a limpar as mãos ou cara a partículas fecais e o mesmo se aplica a lavar os dentes...


Quarta-feira o dia acabou da melhor forma possível!

É sabido que estando longe de casa tudo o que é familiar sabe bem, sabe bem ter amigos perto, comer um pastel de nata, falar português e ontem soube mesmo muito bem ouvir a Mariza!

Esta senhora, que durante o concerto vai falado de forma muito calma e voz serena, quando começa a cantar é qualquer coisa de espetacular.
Deu para trazer um pouco de Portugal até nós, deu para rir, para chorar, para cantar e para saltar... Palavras para quê?! Ora vejam...




Obrigada Mariza!




 






Micróbios II

Decidi continuar no segmento casa-de-banho.

Vou hoje falar-vos de outros cuidados a ter, que por vezes passam despercebidos. Outra coisa que eu não uso são as esponjas e puffs de banho! E porquê?! Isso, são excelentes casas de bactérias.
O maior problema é que por norma as pessoas deixam as esponjas e puffs dentro da cabine/cubículo de chuveiro ou banheira, muitas vezes em cima de uma pequena poça de água e isso é o pior que se pode fazer.

O ideal é, caso se use puff-esponja: 1) deixar secar num sítio fresco e arejado, sem humidade; 2) substituir mensalmente!

Outro sítio que por vezes nos esquecemos é o ralo do chuveiro, no meu caso o ralo é quadrado com grade e removível. O que faço pelo menos duas vezes por mês é abrir e lavar tudo muito bem, acreditem que todas as semanas encontrarão muitas bactérias por lá.

Mas não caiam no exagero, eu não uso puffs porque, de facto, me faz confusão, mas se um dia se esquecerem de colocar a secar as esponjas ou se se esquecerem de as trocar de 4 em 4 semanas também não será por aí que vai acontecer uma catástrofe.

Como em tudo na vida há que ter cuidados sem entrar em exageros, há bactérias que nos fazem bem e será sobre isso que falarei na próxima rubrica.



Pedalar pela minha saúde e por uma boa causa

Hoje pergunta uma colega "Tu pedalas para o trabalho certo?!" e eu disse que sim, a maioria dos dias e ela responde que me ia enviar um link dum site em que nos podemos registar com a nossa morada e a empresa onde trabalhamos e colocar os km que fazemos de bicicleta quer para o trabalho quer em lazer.

Ao preencher os dados diariamente ficamos com uma tabela com os nossos registos, a média de calorias gastas por dia e podemos comparar com a informação dos restantes colegas, há até um ranking nacional com direito a prémios para os primeiros lugares.

E o melhor de tudo é que há empresas que, por cada km, dão alguns cêntimos para instituições de caridade, no caso da minha universidade são 2cent/km e na tabela aparece quanto estou a contribuir para a causa.

Adorei a iniciativa, vou registar tudo o que faço e não vale inventar! Saúde e ajuda ao próximo de forma gratuita...

Novo sabor Myprotein - review

Já tínhamos experimentado a impact whey protein de menta&chocolate da Myprotein e tínhamos adorado. Desta vez decidimos experimentar outro sabor e decidimos mandar vir cookies&cream que o Pedro adora e ainda veio uma amostra de banoffee, que era um sabor que me suscitava curiosidade.


Provámos hoje ambas e apesar de o banoffee ter um sabor muito leve, agrada-me, não é enjoativo nem extremamente doce, tem um leve sabor a banana com um travo a caramelo no final.
Quanto ao sabor cookies&cream não amei, é doce e sabe apenas a natas, assim tipo gelado. Acho que tem potencial para se fazer umas sobremesas saudáveis proteicas e bebe-se, mas provavelmente não iremos repetir o sabor, desculpa lá Pedro...

Por ora o nosso preferido é o de menta&chocolate mas há um universo enorme de sabores e tencionamos experimentar o mais possível.

Caso estejam interessados, passem no facebook do Pedro que ele tem um código que vos dá sempre desconto, ainda podem aliar a isto uma visita ao seu local de trabalho para umas aulas brutais ou umas sessões extasiantes de PT.