Medo de morrer

A Carolina lançou mais um desafio: Medo, o que nos provoca medo?
Tinha este post meio preparado antes de sair o desafio e decidi fazer um 2 em 1.
Já tinha referido que por vezes tenho medo de morrer aqui, hoje falo novamente sobre isso...
Há uns meses tive uns pequenos ataques de pânico, enquanto dava de mamar, por 2 dias seguidos. Apoderava-se de mim um medo enorme de morrer, de eu morrer e a Bia ficar sem mãe, de não conseguir vê-la crescer, ficava mal disposta e com uma sensação terrível e tinha de respirar fundo com calma e controlar o choro... Terrível esta sensação. Segundo consta a minha mãe esteve exactamente igual na mesma altura...

Também desde que fui mãe há o medo constante dela morrer. Uma pessoa lê tanta coisa de bebés que morrem sufocados pelas fraldinhas de pano, pelos lençóis, síndrome de morte súbita que não tem motivo entre tantas outras coisas que fica obcecada por ir ver se o bebé ainda respira. Demorou uma hora a adormecer a criatura e há 20minutos que não faz nem um ui, lá se vai ver se ela está bem. Está a dormir há 1h30 sem dar sinal, lá se vai ver se está tudo bem...
É uma preocupação constante, vale a pena mas desde que engravidei as preocupações e medos não pararam... Medo que ela um dia mais tarde seja vítima de algum abuso, de que seja vítima da desigualdade que ainda se vive, de machismo, de tudo mesmo sabendo que não consigo controlar nada! Mas vou metê-la nalguma arte marcial just in case...


2 comentários:

  1. Artes marciais são óptimas e, se eu tivesse um filho, fazia o mesmo! Até para nós é uma boa "skill". Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Por acaso quero muito que o meu filhote aprenda artes marciais :) E mal tenha idade vamos po-lo a fazer isso :)
    Medos, como falei no meu post para este tema, sempre fui muito medricas em miuda, acho que os medos fazem parte de nos para tornarmos mais fortes... que seria da vida sem medos? ;)
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar