Acabou o anonimato

O fim do anonimato na doação de gâmetas tem levantado muitas dúvidas, incertezas e preocupação, tanto por profissionais como por casais que estão dependentes de doações.
Em Portugal já existia um déficit de gâmetas, sendo prática comum a compra de outros países, agora o receio é que acabe por haver ainda menos doações o que vai encarecer ainda mais os tratamentos.
Na Holanda quando se antecipava a aprovação da lei as doações caíram drasticamente para praticamente 0 e as listas de espera no banco nacional passaram a ser de 2anos.

Eu sou contra a alteração da lei, mas quanto a isso nada há a fazer no imediato, agora outra polémica é que não ficou explícito se há efeitos retroativos ou não. Mas não será inconstitucional pessoas que doaram os gâmetas em anonimato, gâmetas que foram usados e geraram vida, agora virem a ser abrangidos por esta alteração?

Por via das dúvidas os centros de procriação medicamente assistida estão a contactar dadores para saber a sua posição e se podem continuar com os processos em curso ou não.
A infertilidade já é algo difícil de lidar, há imensos custos associados para a maioria dos casais, o stress e a pressão emocional é enorme, consome muito das pessoas e agora, como se não bastasse, ainda tiveram os tratamentos em standby porque não se sabe o que fazer...

5 comentários:

  1. Descobri o teu blogue por acaso e confesso que fiquei fã, indetifico-me imenso com o que escreves ! Tens uma nova seguidora! :D

    O meu cantinho: http://xleclairdelune.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Pois ja tinha notado esta situacao... logo apos fazermos a FIV o NHS comecou a fazer cortes. Acho que fomos abencoados por termos feito os tratamentos na altura certa. Em Portugal jamas teriamos conseguido por motivos financeiros. Costumo dizer que foi preciso virmos para a ilha para conseguir ter um filho... fico triste porque infelizmente ainda existem muitos casais a lutar pelo sonho de terem um filho e se ja é um processo que cria muita ansiedade, estes entraves nao ajudam nada, muito pelo contrario...
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo... já é tão stressante e ainda se coloca mais pressão, dúvida e instabilidade... Fazer coisas assim sem pensar deixa-me completamente revoltada!

      Eliminar
  3. Lamentável o que está acontecer, principalmente para quem precisa de recorrer ao banco público de gametas. Aqui as listas de espera até agora rondavam os 3 anos. A partir de agora, como será?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... eu sei, é uma treta mesmo!!! E a questão da retroactividade...

      Eliminar