Boas entradas e parabéns a nós


Hoje fazemos 8 ano de namoro... Que venham mais, muitos mais! Sou muito sortuda!
Hoje entrem no novo ano com o pé direito :D


O momento mais assustador até hoje!

O medo de todos os pais é que algo aconteça aos nossos filhos. É normal, é o incerto e essa incerteza é aterradora, mais ainda quando se concretiza e vemos os nossos bebés sofrer, sem saber o que vai acontecer e sem poder fazer nada!
Há 2 dias, dia 26, a Beatriz teve uma convulsão febril que durou 5 minutos. Ela estava bem, normal, acordou da sesta com líquido a sair do ouvido (o normal no último ano), sem cheiro e sem febre. Fomos para casa da minha prima e ela estava bem disposta e não parecia muito quente. Até que começou a chorar do nada e pediu colo, o Ricardo apanhou nela e ela ficou hirta, a revirar os olhos, sem responder e começou a ter espasmos.

Agarrei nela, levei para o sofá, sempre a falar com ela (talvez a gritar), coloquei-a em posição lateral de segurança e liguei para o 112 enquanto o Ricardo falava com ela. Estava tão fora de mim que acabei a passar o telefone à minha prima para alguém falar com alguma calma com o serviço de urgências. Fui para o pé dela e só me lembro de dizer o tempo todo "Beatriz, por favor" e " a mamã está aqui". E passou-me tudo pela cabeça, que ela ia entrar em paragem cardíaca, que ela devia estar com meningite originada pela otite, que ela ia ficar em coma, que ia ficar vegetal, que ia morrer!
Ao fim de cerca de 5 minutos as convulsões pararam e ela começou a gemer, minutos depois a chorar e a ambulância chegou.

Ela chorava desesperadamente, com os membros e a cabeça completamente moles, novamente pensei que tinha meningite. Acho que chorava porque não se conseguia mexer, devia querer e não conseguia e não falava.
O médico colocou um monitor cardíaco nela, mediu a glucose, fez perguntas, mediu-se a temperatura e tinha 39 graus de febre. Lentamente recuperava as forças e já no meu colo, quando estavam a fazer os últimos exames e perguntas começou a olhar de lado quando o médico lhe tocou na perna (um ligeiro alívio porque já se parecia mais com a Bia que conhecemos).
Eles foram-se embora, deram-nos indicações do que fazer, disseram que fizemos tudo bem, que provavelmente não se repetiria e que é algo relativamente comum em crianças.

Ficou no meu peito a dormir e algum tempo depois acordou, perguntámos se queria leite e acenou, não falava, demos leite e parecia que não sabia beber, agarrava no copo e olhava. Lá o bebeu, comeu pão porque ela quis e mais algum tempo depois estava a brincar, a correr, a rir como se nada se tivesse passado.
Ela está bem. Eu, não tenho bem a certeza. Tenho chorado muito estes dias. É mesmo a pior parte de se ser mãe/pai, a incerteza, a impotência de não se poder fazer nada e agora  o medo, o medo constante que me assola que volte a acontecer, que aconteça de noite, que aconteça e ela não volte a si.

Ficou o alívio de ela estar bem e o medo do que pode acontecer!



Workin´ moms

Começámos a ver esta série por acaso e a verdade é que me farto de rir, e chorar, com ela!
Esta série retrata a vida de 4 mulheres, mães, que voltam ao mercado de trabalho após a licença de maternidade. Quatro mulheres diferentes, com formas de lidar com este regresso completamente diferente, com os dramas da vida familiar, com a pressão no trabalho e todas as outras mil coisas que aparecem no dia a dia.
Eu estou a adorar porque me identifico bastante com alguns personagens e formas de pensar/agir e consigo ver a ironia da série e rir-me de mim própria. Por outro lado há o lado mais emocional que também tenho e há momentos de nostalgia e em que me cai a lágrima ao pensar na primeira vez que fui trabalhar por exemplo...
Eu recomendo bastante, mas têm de ter uma mente aberta e bom sentido de humor. Talvez se já tiverem filhos e estiverem grávidas possa não ser a série mais fixe de ser ver, as hormonas não ajudam e podem começar a sofrer por antecipação.


Feliz Natal...

Feliz Natal a todos! Espero que seja acima de tudo um tempo de partilha e amor para todos vocês.


Óleos essenciais

Recentemente decidi experimentar utilizar óleos essenciais de forma terapêutica e venho desde já alertar para terem atenção onde os compram! Nem todos os óleos que se vendem como sendo óleos essenciais o são por isso muito cuidado e leiam os folhetos e informem-se.
Outra advertência que queria fazer é que os óleos não se devem ingerir puros ou em água (óleo não se mistura em água) e a utilização tópica deve ser feita com diluições apropriadas à idade e ao problema/tipo de utilização.
Posto isto, estou bastante satisfeita com os óleos, já os usei para amigdalites, azia, enxaqueca, dores articulares, constipações, mau estar, em nós e na miúda.
Claro que a aromaterapia não substitui determinados medicamentos, se temos uma infecção pode ajudar no alívio de sintomas, tal como o paracetamol, mas não substitui a necessidade de um antibiótico caso com aromaterapia não haja melhorias. Se uma pessoa ressona por motivos anatómicos os OE não vão resolver mas se for por congestão nasal podem ajudar.
Eu estou fã, até há receitas para produtos de limpeza, mais naturais e sem químicos e disruptores endócrinos!
Cépticos? Vejam lá este vídeo...


2 anos

Temos tanta sorte em te ter meu amor...

Nem sonhava o quanto podia aprender com uma criatura tão pequenina, o quanto podia ser amada e amar. É mesmo um amor incondicional que não se consegue explicar!


És linda, perfeita, saudável, bem disposta, teimosa, carinhosa e simpática. Tens tanto de social como de introvertida, o que é curioso e inesperado. Tanto dizes adeus a quem passa como não sabes como reagir quando se metem contigo. Mesmo quando dizes adeus, se te respondem ficas sem jeito, vais para trás das minhas pernas ou enrolas-te no meu pescoço a olhar de soslaio.

Para uma criança tão pequena sabes exactamente o que queres, mas nem sempre te sabes exprimir e isso leva-nos a algumas birras desesperadas entre tu tentares que eu adivinhe e eu, que não sou bruxa, lá vou tentando adivinhar.
Quando abrimos os olhos e dizemos "Beatriiiiiz" tu respondes logo "calma" ou "calminha' acompanhado de movimentos da mão para cima e para baixo... Engraçado mas não nos podemos rir porque senão estamos lixados.
Estás a crescer e ainda vêm muitas etapas difíceis e desafiadoras, por muito confuso e complicado que seja nós estamos aqui para tentar guiar neste processo que é crescer. Fazemos o nosso melhor, nem sempre de forma perfeita, mas não somos perfeitos, mas fazemos o nosso melhor.
Muitos parabéns meu amor e nunca te esqueças que eu e o pai te amamos muito!
















Orphan Black

Mais uma sugestão da Matilde e mais uma vez obrigada!
Se gostam de ficção científica, se gostam de genética e de ver uma actirz a fazer 5 papéis super distintos de forma exímia esta é a série a ver!
A actriz Tatiana Maslany está mesmo de parabéns!
A série começa com o suicídio de uma mulher que é presenciado por uma outra só que elas são exactamente iguais! Nenhuma tinha uma irmã gémea, que soubessem e a partir daqui desenrola-se toda uma trama para descobrir a verdade!
Vejam! Vale mesmo a pena! Deixo aqui em baixo o trailer caso queiram ver.


Há anos que não caía de bicicleta

Andava eu super feliz de não cair de bicicleta há anos, andar na neve e tudo e com a miúda no Inverno passado e tudo bem.
Tudo bem até segunda-feira passada em que havia imenso gelo, camada fininha e mega escorregadia e mesmo a fazer a curva devagarinho de repente estávamos deitadas  no chão. Eu aleijei-me um bocado na perna mas ela ficou bem. Assustou-se imenso e chorou e fez queixinhas quando chegámos perto do pai mas tudo bem!
Nova contagem, já não caio de bicicleta há 3 dias...


Mais formas de ajudar

Sabiam que a HELPO está a vender pulseiras solidárias? Podem ajudar com alimentação, consultas e até bolsas de estudo. Cada pulseira tem um QR code para que possam seguir o estado da vossa doação, mais transparente é impossível.
Também as enviam para fora de Portugal.
Em vez de oferecermos presentes desnecessários uns aos outros que tal oferecermos pulseiras solidárias?



Dentro

Dentro é uma série portuguesa que temos visto no RTP play, foi uma sugestão da Matilde e desde já obrigada a ela porque temos gostado bastante.
Esta série passa-se maioritariamente numa prisão que recebe um novo estagiário de psicologia. Este estagiário acredita que pode tornar a vida destas mulheres melhor, que pode ajudá-las a ter uma existência melhor dentro da prisão.
Há diversos tipos de personagens e temos rido imenso, apesar de ser uma série que aborda muitos temas actuais, como a violência doméstica, mas tenta sempre ter algum humor e leveza para não tornar a série demasiado pesada.
Aconselho a ver! Não sei se o actor principal é o mais indicado, não o acho muito bom actor, mas vale a pena pelas histórias e pelos restantes personagens.



Disruptores endócrinos



Disruptores endócrinos  são substâncias ou misturas de substâncias químicas que interferem com o bom funcionamento do nosso sistema hormonal. Estas substâncias podem afectar diferentes hormonas e levar a diferentes problemas de saúde, nomeadamente na qualidade de esperma, infertilidade, endometriose, puberdade a iniciar demasiado cedo, diabetes, obesidade, problemas metabólicos até problemas neurológicos, entre outros.
A exposição a estes compostos ao longo da nossa vida é nociva mas os efeitos são mais graves quando a exposição é ainda no útero e durante a amamentação.
Estas substâncias estão um pouco por todo o lado, na água, na comida e até no ar. Por exemplo resíduos industriais ou até pesticidas depositam-se no solo, acabam por se infiltrar nos lençóis freáticos contaminando a água e daí contaminam-se os peixes, animais e pessoas que têm contacto com essa água.

Onde mais podemos encontrar estas substâncias?

- Produtos não biológicos, ainda podem conter pesticidas
- Alguns produtos podem estar empacotados em embalagens que libertam estes químicos
- Maquilhagem, cremes, perfumes, retardantes de chamas, sabões anti-bacterianos e até em acabamentos de mobília ou sprays impermeáveis.
-Produtos à base de soja contêm fitoestrogénios, que são produtos químicos produzidos por plantas que imitam o estrogénio (neste caso a quantidade consumida é importante, e saudável um nível moderado de consumo, já fórmulas infantis à base de soja levam a elevadíssimas concentrações que podem ser prejudiciais para a saúde, ver este artigo)
-Pó de casa pode conter também disruptores endócrinos dos materiais usados como isolante tanto da estrutura da construção como das mobílias.
-Nalguns medicamentos, nomeadamente paracetamol

Como podemos minimizar a nossa exposição?

-Lavar bem frutas e legumes
-Usar filtros de água ou carvão activo para purificar a água (água engarrafada também pode conter estes químicos)
-Reduzir o consumo de comida processada/enlatada
-Evitar ao máximo caixas de plástico para aquecer comida e evitar verter líquidos quentes em recipientes de plástico (usar vidro ou metal)
-Comprar produtos orgânicos quando possível
-Privilegiar produtos que sejam BPA/Phtalate/Paraben-free
-Minimizar o uso de gás ou madeira para aquecer a casa
-Limpar a casa com regularidade
-Evitar brinquedos em segunda mão, especialmente os que são bastante antigos (irei fazer um post sobre isto em breve)
Leiam mais aqui

Há evidências que estes químicos são nefastos para a saúde mas quais os níveis de exposição que trazem consequências é difícil de dizer. A maioria deles interferem uns com os outros e com outros químicos, há bio-acumulação, etc, por isso o melhor é praticar o princípio da menor exposição possível, especialmente durante a gravidez, amamentação e nos primeiros anos de vida.

A árvore de Natal está feita!

Foi assim meio a impulso, acho que era antes que perdesse a motivação ou não tivesse tempo que decidimos fazê-la. Com a miúda ainda acordada que gostou muito de ajudar e não mexe em nada, mas já reparou que algumas são tipo espelho e adora ir espreitar-se...
A árvore e as bolas rosa, prateadas e corações prateados foram comprados pela Pipa para a miúda ter uma árvore de Natal "a sério", que ela não gostava da minha versão moderna simplista.

 As 2 bailarinas gordinhas foram dadas por uns amigos, a caveira veio do México, o anjo acho que foi a minha mãe que comprou e a bola "baby girl" já não sei se fomos nós ou uns amigos (shame on me).
 A bola com tinta verde é a mão da Bia e o boneco de neve foi a minha sobrinha que fez.
A bailarina cá em baixo também foi dada e a bola "my first xmas" acho que fomos nós que comprámos (já não me lembro)

Gosto muito das nossas decorações, ainda há mais mas são mais normais, uma casinha de madeira, um coração com neve dentro, um mocho e a estrela no topo.
Na Holanda montar a árvore tão cedo é uma ofensa mas eu não sou holandesa por isso... Para cumprir a tradição tem de ser depois de dia 5 de Dezembro e eles gostam de árvores a sério.

Dark


É uma série alemã de drama e suspense policial, distribuída pela Netflix.
A história desenrola-se à volta do desaparecimento de uma criança, em circunstâncias estranhas, e a busca pela verdade.
Não posso explicar muito mais sem entregar parte da história por isso fico-me por vos sugerir, veementemente, que vão ver esta série. Não se deixem inibir por ser em alemão, não sendo amante da língua acho que a série vale a pena ser vista.
Não é baseada em factos reais e é preciso alguma ginástica mental para conseguir acompanhar os personagens e as suas relações de parentesco.
Já viram? Curiosos para ver?

Não esperem pelo Natal para oferecer sorrisos a quem mais precisa

Oito meses se passaram desde o ciclone Idai, que foi sucedido pelo ciclone Kenneth no norte do país, ainda há mais de 1 milhão de pessoas sem acesso a água potável, sendo considerada a necessidade mais urgente, seguida de casa/abrigo e só depois comida.
Após o ciclone tentou que se estimulasse a recuperação das machambas (hortas familiares) mas o terreno estava pantanoso o que não ajuda, em seguida veio a seca o que dificultou mas ainda se conseguiu alguns frutos, agora vem a época das chuvas e Janeiro já costuma ser o mês da fome, imaginem como será o próximo Janeiro sendo que as crianças serão as mais afectadas.

A maioria das organizações, como a Médicos do Mundo, não tem forma de continuar no terreno, as doações foram diminuindo porque as pessoas se vão esquecendo e não há verbas para continuar a apoiar a população. Apesar de ter sido feito um esforço que tem dado frutos ainda há muito a fazer!

Por isso neste Natal, se quiserem fazer algo pelo próximo, porque não ajudar quem mais precisa? Porque não ajudar quem foi esquecido mas que ainda tem falta das coisas mais básicas como água para beber?

Se quiserem podem ir à página dos médicos do Mundo fazer doação com destino "emergência Moçambique 2019" ou outro que seja da vossa preferência, aqui. Não é preciso muito, se todos fizermos um bocadinho...
p.s- eu já fiz a minha doação, não costumo pedir sem dar primeiro.

imagem retirada da internet

Bebé Rodrigo

Já se passaram algumas semanas desde que o bebé Rodrigo nasceu, sem nariz, olhos e parte do crânio, com graves problemas de saúde, não se sabe quanto tempo de vida o bebé tem. A primeira estimativa era de algumas horas e já lá vão 6 semanas.
A verdade é que houve negligência por parte do médico, que está suspenso e neste momento não pode exercer. Mas segundo estatísticas da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares do país abriram 1.071 processos em 2018. Dos 957 casos concluídos, 45 profissionais foram condenados. Desses últimos, 21 foram censurados, 11 advertidos, 13 suspensos, e nenhum expulso (bbc.com).
Comentei isto com alguns colegas e, uma dela até grávida, não percebeu a minha revolta. futuros pais têm o direito de saber se o feto é/está saudável, se não for podem optar por terminar a gravidez, é um direito! Também podem optar por não o fazer mas ao menos sabem/deduzem o que os espera. Agora, imaginar que está tudo bem com o bebé e depois sai com deformações graves, completamente detectáveis, que foram omitidas aos pais, revolta-me! Porque estes pais esperavam um bebé saudável e normal. Claro que às vezes não é detectável (falei com vários amigos médicos e neste caso dizem que é quase impossível que ele não tivesse visto, se tivesse feito os exames convenientemente, com as medidas e afins), e claro que podem haver problemas no parto que levem a sequelas, mas neste caso até tentaram chamar a atenção (numa eco 5D feita noutra clínica) mas o médico que os seguia disse que estava tudo bem e, obviamente, eles confiaram.
Curiosa para saber o que vai acontecer a este médico, que tem vários processos ainda abertos, que vários foram fechados sem sanção alguma, até quando vai a ordem fechar os olhos?


The end of the f****** world

The End of the F***ing World é uma série de televisão britânica absurdista dramática de humor negro, baseada na série de BD "The End of the Fucking World" de Charles S. Forsman.
Os personagens principais, Alyssa (Jessica Barden) e James (Alex Lawther), são dois adolescentes rebeldes e essa rebeldia acaba por os colocar em apuros. É de facto uma série "estranha", os actores demonstram as suas emoções de forma pouco convencional. Mas eu gostei muito! Acho que eles fazem um excelente papel. Os episódios são curtos e 8 por temporada, por isso mesmo com crianças pequenas dá para ver no meio das sestas e afins...
Para quem gosta de séries um pouco mais negras que o normal é mesmo um "must see" . Tem tido reviews muito boas, mas Charlotte Covell, que escreveu a série,  já informou que não irá escrever uma terceira temporada.


23 meses

Está na hora de fazer mais um update da Bia...
Está numa fase em que anda muito cansada, sem grande fome à noite e muito birrenta, espera-se que passe rápido.
Continua a falar muito, metade não se percebe, mas já vai falando mais e mais, em ambas as línguas.
Tem trejeitos que não sei bem a quem foi buscar mas que são super engraçados. É frequente vê-la no parque com panos na mão, levamo-los para limpar a humidade que cai de noite, ela ajuda sempre e na volta traz os panos atrás (para Walking Dead lovers faz-me lembrar a Michone com os 2 walkers atrás). Também ao fim-de-semana vai buscar os panos dela para limpar vidros e a mesa ou a vassoura para varrer o chão.
Já brinca mais com outros miúdos, temos estado com filhos de amigos que têm a mesma idade e primeiro a coisa não corre super bem mas ao fim de algum tempo já brincam juntos.
Por vezes tenta explicar-nos coisas, parece pelo menos, porque fala num tom calmo, aponta ou faz imensos gestos com a mão e depois pergunta OK?! Continua a saber bem o que quer, continua a dar-nos algumas dores de cabeça mas principalmente muitos sorrisos.
Sabe os nomes dos avós todos, os 2 avôs são Carlos que diz lindamente. A avó Isabel é Ssassaéu ou Ssassabebéu e a avó Alice, que no início dizia muito bem, agora é aAssissi.
E está quase a fazer 2 aninhos.... O tempo voa!

Reparem no pormenor do pé...







As melhores areias que comi na vida!

Fica já aqui o aviso prévio que a sugestão que vou dar é altamente perigosa! A Inês um dia falou da Joana (palavras que enchem a barriga) e eu por curiosidade lá fui espreitar o blog. Se não querem ficar a salivar o tempo todo nem querem receitas deliciosas por favor não vão visitar... Vão sim! Que a Joana fora ter receitas deliciosas também tem um humor incrível e uma forma de escrever muito leve, mesmo quando se fala de assuntos mais sérios.
Posto isto, no blog da Joana está uma receita de areias de Cascais, vi e pareceram-me as bolachas mais fáceis de fazer do mundo! E são! E são também deliciosas e rápidas de fazer e com pouca contenção também rápidas de comer.
Para a próxima apenas vou acrescentar raspa de uma lima ou limão porque adoro o sabor de limão e a receita dela de bolachas de limão e lima é mais complexa.


Como não tenho tabuleiro de arrefecer bolos e bolachas, coloquei no tabuleiro do forno mesmo, acho que resultou. Depois passei por açúcar e pronto.
Uma observação, quando as tirei do forno pareciam-me moles, mas isso é por causa da manteiga quente, assim que arrefecem tornam-se areias de desfazer na boca...

Vocês gostam?

Circula por todo o lado o mito de que se tem de colocar os bebés a dormir com barulho e luz para diferenciarem o dia da noite e para que possam dormir em todo o lado.
Sim já falei várias vezes aqui sobre sono de bebés, já li muito sobre o assunto também. Ora deixo aqui uma pergunta:

Vocês gostam de dormir com barulho e luz? 

Se dormirem com barulho e luz acordam super frescos e fofos tal como se tivessem dormido num ambiente mais calmo?
A Bia dorme até hoje com o quarto ligeiramente escurecido e com pouco barulho e dorme neste momento 1sesta de 2h e 11h/11h30 de noite, na creche onde há mais miúdos e mais barulho dorme também 1h30/2h de sesta e eu noto que ela está mais cansada do que se tivéssemos andado todo o dia no parque com uma pausa para a sesta em casa.
Frequentemente ouço que tenho imensa sorte por ela dormir tão bem, o que as pessoas se esquecem e eu digo aqui muitas vezes é que, a sorte deu imenso trabalho! Não que me arrependa do trabalho que deu mas deu, foi um investimento que eu quis. E se por um lado escureço o quarto, por outro não fica em escuridão total e sabem de uma coisa? Ela não dorme como se fosse dormir à noite, nem isso nunca aconteceu, mesmo quando estávamos a criar rotinas, ela nunca confundiu o dia com a noite, nunca!
Claro que passamos dias fora, em que as sestas são feitas no carro ou no carrinho, com mais barulho e mais luz, mesmo assim fecho a capota do carrinho, tento ir para um sítio sossegado se der. Ela acaba sempre por adormecer, mesmo com mais barulho, mais cedo ou mais tarde, mas dorme.
Prefiro ml vezes dar sono de qualidade à minha filha sempre que posso do que tê-la a adormecer em qualquer lado mas a dormir mal, para problemas de sono chegam-me os meus. E os problemas de sono muitas vezes só têm repercussões graves visíveis anos mais tarde, por maus hábitos contínuos desde pequenos. Há também muita gente que acha que a melatonina resolve tudo mas, enquanto damos melatonina artificial, o nosso corpo deixa de produzi-la naturalmente. Antes de darem suplementos talvez seja bom aconselharem-se sobre mudanças (muitas vezes relativamente pequenas) que podem fazer e resolver o problema. Sim tratar o sono e a higiene do sono não demora 1 dia mas acho que é melhor do que dar medicamentos...
Sabiam que a privação de sono e a má higiene de sono é considerado um problema de saúde pública?

(imagem retirada da internet)

3%

3% é uma série brasileira de drama e ficção.
Quando o mundo chega a um ponto em que os recursos são escassos, depois de várias catástrofes, um grupo de pessoas cria um lugar próspero e rico, mas cuja capacidade é limitada, chamado de "Maralto".
No Continente, onde a maioria da população vive, há muita pobreza mas todos têm uma oportunidade de ir para o Maralto. Todos os anos, quem tem 20 anos passa por um processo de selecção, feito para 3% dos candidatos o conseguirem concluir.
Claro que nestas circunstâncias só podem haver conflitos e gente que se tenta aproveitar e trapacear outros. Há também uma facção anti-processo e anti mar alto denominado "Causa", a origem da Causa é no mínimo curiosa mas só é revelada mais para a frente.
Esta série já conta com 3 temporadas, acho que é uma série interessante e bem conseguida, que vale a pena ver e que nos dá conteúdo para reflexão.
Quem já viu? Quem vai ver?


Mãe, desculpa!

Depois do meu último post acabei por me aperceber, ao comentar um comentário, lá em casa fazíamos a vida meio negra à minha mãe com as esquisitices.
Eu só comia alface porque não gostava, nem gosto, de tomate nem de pepino e apesar de não comer a cebola gostava do sabor que deixava. Então para mim era alface e cebola temperada com azeite e vinagre.
A minha irmã não comia salada com temperos mas comia de tudo.
O meu irmão já não sei se era pepino ou tomate que ele não comia.
O meu pai não come borrego mas nós adoramos, e apesar de um lombo de porco ser mais barato do que borrego ainda assim têm de ser feitos pratos a dobrar.
Depois, e ainda hoje em dia, a minha irmã está sempre a dizer mal da comida, falta isto ou aquilo ou tem não sei quê a mais. Lá de vez em quando um de nós dizia que ela já tinha feito melhor, ela também às vezes inventava imenso e acabava por não sair tão bom como inicialmente.
A minha avó reclama sempre que a comida está salgada mesmo que não tenha sal, o meu irmão reclama se é peixe ao almoço porque ele acorda à hora de almoço, todos mandam bocas quando lá vamos se a minha mãe faz algo que eu pedi porque eles pedem e ela nunca faz (mentira!), eu e o meu irmão não comemos sardinhas então havia em alternativa carapaus...
Por isto e muito mais, que até podia escrever aqui mas ficava cá o dia inteiro...

DESCULPA MÃE

Está sempre tudo bom e temos imensa sorte em que sejas tão boa cozinheira e que tenhas paciência para adaptar as nossas esquisitices e gostos.


Estamos completamente integrados

Quando jantamos todos às 18h quer dizer que estamos completamente integrados na Holanda.
Até segunda-feira, a Beatriz jantava sozinha e comida confeccionada apenas para ela, até que decidimos que devíamos começar a comer todos juntos.
Ela chega a casa sempre esfomeada então a solução foi chegar a casa e comermos todos sopa, entretanto enquanto um cozinha o outro fica a brincar com ela. Jantamos e depois é a rotina de ir dormir, lavar dentes, tomar banho, cama.
Segunda-feira correu muito bem, também era caril. Fiz caril de gambas com vegetais e ela até pediu mais, ela adora caril como já escrevi por aqui.
Terça-feira foi pizza de atum e espinafres com base de couve-flor. Ela gostou muito, mas às vezes decidia que não queria espinafres e logo a seguir comia-os sem questionar...
Quarta-feira ravioli's com molho de tomate e couve-flor triturada (sobrou da pizza).
Quinta-feira arroz de polvo com vegetais salteados.
Sexta-feira nós comemos sushi e ela comeu vegetais salteados com arroz e frango grelhado com pesto.
Sábado risotto de cogumelos e espinafres
Domingo foi restos.

Ela comeu sempre muito bem, tem comido de tudo o que tenho feito e adorou polvo! Só é pena termos de jantar às 18h mas pronto, é a vida e funciona porque chegamos cedo a casa, senão era impossível sem fazer comida de antemão.
Mesmo assim acho que devia mudar um bocado, devíamos comer restos à sexta-feira e no fim-de-semana cozinhar mais até para ficar alguma coisa para a semana!


       Caril de gambas e vegetais           Risotto de cogumelos e                                                    espinafres   

Estás a ficar velho



Parabéns meu amor. Espero que contes muitos, com muita saúde e connosco ao teu lado. Gosto muito de ti e a Bia também.







The spy

The Spy é uma minissérie de suspense de espionagem francesa, escrita em inglês, dirigida por um director israelita e retrata a vida do principal espião israelitas- Eli Cohen.
O actor principal Sacha Baron Cohen, mais conhecido pelo personagem Borat, faz um papel exímio e super credível. Mais uma série baseada em factos, na vida de uma pessoa, os feitos deste espião foram tremendos e mesmo depois de morto alguns ataques foram conseguidos graças ao legado que deixou.
Eu acho que vale muito a pena, não é uma série longa, passamos a vida (pelo menos eu) a pensar "é agora, é agora que vai ser". Mostra também um lado muito humano, se por um lado em Israel ele tem uma família por outro na Síria ele tem amigos e há quem questione essas amizades, mas no dia da sua execução estão lá caras familiares e não é para celebrar.
E vocês, já viram?


TaG| E se eu te perguntasse?


A Matilde desafiou e eu aceitei o desafio!


Imagem da autoria da Matilde

Perguntas & Respostas:
1- Tens alguma mania? Qual?
Tenho, várias, gosto das coisas arrumadas de determinada forma, senão dá-me nervos, isto vai desde roupa até à loiça na máquina😀 
2-Cumprimentas estranhos na rua?
Sim, pessoas do bairro, condutores de autocarro ou do eléctrico, pessoas do supermercado, etc.
3- Quem faz os serviços domésticos na tua casa?
Todos em casa, até a miúda com 22 meses tira a loiça da máquina, põe roupa para lavar, mete as fraldas para lavar ou no lixo (depende se são as reutilizáveis ou descartáveis) e até apanha papéis do chão e mete na reciclagem.
4- Achas que às vezes acabas por comprar produtos sem necessidade?
Muito poucas vezes, mas acontece. Tento é que seja o mínimo possível!
5- Fumas?
Já não.
6- Quantas pessoas moram na mesma casa que tu?
Duas
7- Tens medo de envelhecer?
De envelhecer não mas não quero morrer e às vezes tenho assim uns mini ataques de pânico porque sei que não há alternativa.
8- Usas maquilhagem fora do prazo?
Provavelmente. Não compro maquilhagem há anos mas continua a cheirar bem. Li uma vez que dá para sentir o cheiro a mofo, textura continua igual e cor também então uso. Isto é para as sombras que já nem sei há quanto tempo não uso ou blush que também é raríssimo. Corrector de olheiras, rímel e lápis provavelmente têm um par de anos mas vou usar até acabarem.
9- Qual a tua prioridade na vida?
Família, amigos e cuidar de mim.
10- Atiras lixo na rua?
Não, nem que tenha de andar todo o dia com lixo no bolso. Mas se for um caroço de maça e houver uma zona verde atiro sem problemas de consciência.
11- Estás a ler algum livro? Qual?
Não, estou a tentar começar "The vital question" do Nick Lane, está difícil.
12- Com que frequência fazes as unhas?
Nunca fui de fazer unhas, não tenho tempo nem paciência. Mas corto semanalmente, limo quando tem de ser e pintar não dá por causa do trabalho.

13- Usas hidratante para o rosto? Qual?
Uso protector solar quando vou à praia e um qualquer quando no inverno a pele está seca.
14- Quais os itens de maquilhagem que usas no dia-a-dia?
Nenhum
15- Qual câmara usas para gravar seus vídeos?
Canon 70D e telemóvel
16- Qual é seu cheiro agora?
Tenho vários perfumes na gaveta mas não uso diariamente.
17- Achas que os produtos caros são sempre os melhores?
Não necessariamente, mas costuma ajudar 😛
18- Ao sair de um supermercado percebes que o caixa lhe deu 10 euros a mais no troco. Voltas atras e devolve o dinheiro?
Sim volto! Sei que lhes sai do bolso.
19- No autocarro ou na fila de banco, você dá lugar para os idosos?
Se não houver lugares no autocarro dou, no supermercado também.
20- Você é uma pessoa sociável?
Acho que sim mas às vezes gosto muito de estar no meu canto
21- O teu telemóvel está sempre com créditos?
Sim porque temos um plano ahahah
22- Caso fosse fazer uma cirurgia plástica, o que você mudaria?
Não me vejo a fazer alguma.
23- A tua melhor amiga está a ser traída pelo marido ou namorado. Contavas caso soubesses?
Obviamente
24- Cometes algum dos pecados capitais? Qual?
Gulaaaa.
25- Você é feliz?
Sou, sim
26- És uma pessoa vingativa?
Não acho que seja vingativa mas mas se a vida decidir dar uma lição a quem merece admito que me dá algum prazer...
27- Já te sentiste evitado por uma ou mais pessoas em algum momento da vida?
Claro.
28- Acreditas que as pessoas mudam?
Mudar mudar não acho que mudem, uma má pessoa não irá tornar-se uma boa pessoa. Mas acho que conseguimos aprender e moldar-nos a realidades diferentes. Ou seja mudamos mas não muda o carácter, espero que me tenha explicado bem.
29- Você gosta de ser visitada com frequência?
Gosto, estando longe gosto de visitas...
30- Tem gente que diz que o YouTube é coisa de gente que não tem o que fazer. O que achas disso?O mesmo se poderia dizer dos blogs e qualquer rede social... É um hobbie, seja para quem faz ou vê e pode ser uma fonte de rendimento extra para alguns. Fazer vídeos com qualidade e editar dá imenso trabalho!!

Sintam-se à vontade para responder 😛

Usar tecnologia para reduzir os plásticos

Adoro quando a ciência é usada para algo bom! Todos sabemos que o desperdício alimentar é um enorme problema e tem de ser combatido. Ora esta solução não vai salvar o planeta mas vai reduzir o uso de copos de plástico quando vos apetecer um sumo de laranja de uma máquina.

Sou só eu que acha a ideia fantástica? Utilizar as cascas para fazer os próprios copos é genial!

La casa de papel



Já aqui tinha falado desta série, estreou este ano a 3a parte, parte da segunda temporada , que eu vi de seguida.
Desta vez acho que melhoraram um bocado na questão do suspense, em vez de acabarem os episódios de forma fechada, acabaram-nos com algum suspense, apesar de que poderiam ter parado em partes ainda mais cruciais. Também a equipa se expandiu um bocado.
A história é muito semelhante à anterior, a personagem que faz sempre m**** é a mesma mas, desta vez, a coisa está a correr mesmo mal. Se por um lado têm o povo do lado deles, por outro os erros que se cometeram são maiores e potencialmente desastrosos.
Continuo a achar que apesar de ser uma boa série não é, de longe, a melhor série de todos os tempos, apesar de lhe reconhecer qualidade e alguma inteligência, a forma como pensam nos assaltos é sempre original, há sempre muita comédia pelo meio e a música "Bella ciao" fica mesmo na cabeça.

 

Já viram? O que acharam? A 4a parte estreia em Janeiro e irão fazer uma 5a parte segundo li.



Semana sem carne

Estou a planear uma semana sem carne para quando voltarmos das férias em Portugal. Na realidade costumamos comer muito peixe e frango assado, são assim os preferidos. Mas pensei em fazer uma semana sem carne e fazê-lo durante as férias não é o mais fácil.
Vai daí decidi que o melhor mesmo é preparar algumas coisas de antemão e para isso decidi já organizar a ementa semanal.

Segunda-feira: Como à segunda não janto que vou treinar ficam as sobras de domingo para o Ricardo jantar (e vai cheio de sorte). Será caril de gambas e vegetais

Terça-feira: Pizza com base de couve-flor, atum e espinafres

Quarta-feira: Arroz de polvo

Quinta-feira: Ravioli de queijo e tomate (também é dia de aula de flexibilidade então é o Ricardo a cozinhar, keep it simple)

Sexta-feira: Risotto de cogumelos com espargos grelhados.

Sábado: será o aniversário dele e acho que vamos comer sushi

Domingo: bacalhau à Brás

Pronto já tenho a ementa semanal feita para quando voltar das férias  e na realidade tudo isto são pratos que eu faço recorrentemente :D


Parabéns papá!

Hoje faz anos um dos melhores homens que conheci na minha vida! Já ouviram falar dele por aqui, o meu pai, o homem do croissant.
O meu pai é um homem fantástico que sempre fez de tudo para que fôssemos felizes, é uma pessoa super carinhosa, super culta, que dá uma abada a qualquer um no trivial ou no perguntados e a pessoa a quem recorro quando quero saber uma capital do cú de judas sem ir ao google.
O meu pai era aquele pai que ficava connosco horas a escavar a piscina maior, mais funda e mais fixe da praia toda, que nos fazia almofadas de areia, que nos ensinou a nadar. Era também ele que nos obrigava a estudar, ficava connosco até às tantas a fazer exercícios de matemática, que nos fazia ditados e por cada palavra errada nos fazia escrevê-la 20 vezes correctamente. Que se certificava que líamos todos os dias nas férias algumas páginas, porque ler é essencial.
A Beatriz adora o avô, é das pessoas a quem estende sempre os braços mesmo passando meses sem o ver. É o avô que alinha nas palhaçadas, que corre atrás dela e lhe dá a mão quando necessário.
Já tínhamos planeado ir a Portugal no anos dele, são 60 anos e têm de ser celebrados com todos! Porque ele merece! Porque ele é o melhor pai e avô do mundo! Porque ele não vai estar para sempre cá, mas enquanto estiver há que celebrar!

Amo-te muito