6 meses

Aos 6 meses tivemos consulta, ainda mama, introduziu alimentação complementar, entrou na creche e em breve irá passar para o quarto dela...
Quanto à consulta, nos últimos 2 meses aumentou 700g (tem cerca de 7kg) mas, dito pelo pediatra, está muito bem, é normal bebés amamentados aumentarem menos a partir de certa idade, desde que o peso e altura estejam mais ou menos no mesmo percentil, que a criança se esteja a desenvolver bem e seja activa que está tudo bem.
Próxima consulta aos 11 meses.

Já tivemos as boas-vindas do "infectário", teve a primeira febre e está constipada o que não ajuda a dormir, porque tem dificuldades em respirar, mas faz parte. Aqui aceitam-se crianças doentes na creche apesar de não poderem administrar medicação, excepto se prescrita pelo médico, o motivo deve-se aos períodos de contágio se iniciarem antes dos sintomas. Claro que telefonam se a criança estiver com muita febre ou desconfortável para se ir buscar mas caso os pais não possam tentam baixar a febre e manter a criança confortável o mais que puderem.
Na sala dela nunca vi mais de 8/9 de cada vez, com pelo menos 2 educadoras.
A adaptação dela tem sido boa, as educadoras dizem que ela se porta muito bem e é um bebé calmo e bem-disposto. Em poucos dias já começou a palrar mais, mas muito mais mesmo.
Gosto mesmo muito daquela creche e os meus pais também gostaram.

Já brinca sentada sozinha e aguenta-se bastante bem, tem 3 dentes e estão a vir mais.
É engraçado ver como se desenvolve rápido e como tem crescido...




Acabou a boa vida

Tivemos a visita dos meus pais e da minha avó Bia, a avó ainda não conhecia a bisneta e os avós já não a viam há mais ou menos tempo.
O pai e a avó foram embora e a mãe ficou. Eu voltei ao trabalho enquanto a minha mãe ficou com a Bia, na segunda semana foi dois meios dias à creche e esta semana já foi 3 dias inteiros tendo feito gazeta na quarta porque o meu pai voltou.

Deu para aproveitar bem a mãe, matar saudades da comida, não ter de pensar no que fazer para jantar, meter a conversa em dia e tudo.
Hoje foram embora, foram curtir uns dias para a Bélgica que bem merecem e queriam levar a miúda com eles e tudo ahahah.
Ainda fiquei com sopas de tomate feitas, croquetes, empadão e canelones de carne para ter comida feita para mais uns dias e me orientar com a nossa nova rotina de trabalho e creche e miúda... Fora uns licores, pão, grelos e queijinhos que o pai trouxe.

Acho que foi bom para todos, a Bia viu os avós e a bisa, namorou muito com a avó e já devem ir cheios de saudades, mas em Setembro já estamos de novo juntos...
Para o ano ficará lá numas férias de verão com os avós todos, em regime de custódia partilhada.



Desafio 1+3- Quais são as tuas 13 melhores qualidades?


Isto demorou a escrever e tive de pedir ajuda do público... Bloqueei ao fim de umas quantas mas aqui vai:

1) Boa amiga- Tenho amizades que duram há décadas, mesmo tendo estado longe na Universidade e estando a viver na Holanda há 6 anos praticamente. Se as amizades resistem ao tempo é porque devo estar a fazer alguma coisa bem.

2) Boa ouvinte- mesmo com colegas ou conhecidos já me disseram que sou boa ouvinte. Que consegui ajudar alguém só por ouvir o que tinham a dizer, que era só isso que precisavam.

3) Dar bons conselhos- já sei que se conselhos fossem bons não se davam, vendiam-se. Mas às vezes conseguimos dar apoio a alguém e ajudar nalguma decisão. Os conselhos valem o que valem e as pessoas vão acabar por fazer o que sentem que têm de fazer.

4) Pontual- odeio atrasar-me, também odeio esperar. Quando me atraso fico mesmo chateada comigo própria. Depois de ter a miúda acabo a chegar ainda mais cedo com medo de chegar atrasada, excepto se ela está a dormir, aí chego o mais tarde possível tentando manter a pontualidade.

5 e 6) Directa- não sou pessoa de muitos rodeios, vou directo aos assuntos. Sou muito directa e objectiva, um bocado em tudo e aqui entra também a sexta qualidade- sincera, não me peçam a minha opinião se o que querem é uma confirmação da vossa, se não concordo vou dizer sem qualquer problemas. Podem achar que sou um bocado bruta mas ao menos sou sincera.

 7) Determinada- quando ponho uma coisa na cabeça faço!

8) Feliz- considero-me uma pessoa feliz, não quer dizer que não queira mais, mas sou feliz com a minha vida...

9) Fiel- sou uma pessoa fiel. Isto vai desde relações pessoais até ser uma cliente fiel de alguns restaurantes.

10) Observadora- sou o tipo de pessoa que gosta de observar os outros, ver como somos diferentes e como reagimos de forma diferente perante as mesmas situações...

11) Empática- às vezes é difícil ser empático, acho que há alguma falta de empatia no geral. Condenamos facilmente os outros sem nos tentarmos colocar no seu lugar, sem tentar pensar que, se calhar, teve de ser ou não viam outra opção. Acho que desde que tive a Bia ainda sou mais empática, ainda tento mais colocar-me no lugar de outros e perceber (ou tentar) a sua posição...

12) Responsável- Desenvolvi um apurado sentido de responsabilidade sobre mim e os meus actos.

13) Exigente- sou exigente, com o meu trabalho, o que acaba por ser exigente com terceiros. A minha mãe diz que esta é uma qualidade e defeito meu porque por vezes sou demasiado exigente o que leva a alguma frustração e stress quando coloco a fasquia muito alta... Ninguém é perfeito né?!

E vocês, quais as vossas qualidades?

Sunshine Blogger Award

A C. nomeou-se para esta Tag cujas regras são simples:

Regras do Sunshine Blogger Award
1. Agradecer à blogger que nomeou
2. Responder às 11 questões feitas
3. Nomear 11 bloggers e fazer 11 perguntas
4. Colocar as regras e o logótipo no post


Agora vamos às perguntas e respostas ;)


1. O que mais gostas no que toca a ter um blog/vlog?
O blog foi criado como forma de partilhar a minha vida aqui na Holanda e esse objectivo continua a ser o principal por isso o que mais gosto é da forma fácil de partilhar a minha vida aqui com quem me é querido e com quem queira ler.

2. Qual foi a melhor coisa que te aconteceu relacionada com o blog/vlog?
Amigos, o blog já me trouxe vários amigos e pessoas de quem gosto, aqui e noutros países.

3. Diz 3 dos teus blogs/vlogs favoritos.
Ai é difícil, mas os que mais leio e com quem mais me identifico são L. das horas, O meu reino da noite e Cenas diversas.

4. Qual é o teu hobbie favorito?
Pole dance 

5. Se escolhesses uma personagem de livro, série ou filme para te sentares e tomares um cafézinho, quem seria?
Provavelmente algum profiler tipo Spencer Reid da série criminal minds. 

 6. Se fosses um X-Men que super-poder tinhas?
Imortalidade

7. Se pudesses visitar um lugar fictício, qual seria?
A terra do nunca ou Hogwarts

8. Há alguma coisa que ficou por tu dizeres ou te dizerem a ti?
Fica sempre, podemos sempre dizer amo-te mais uma vez, gosto de ti, és uma pessoa impecável e até ficou um pedido de desculpas mas ia estar como essa pessoa daí a 3 dias só que não chegou a ser...

9. Se pudesses ressuscitar alguém, quem seria e porquê?
O meu avô, ele era um homem excepcional que morreu antes do que devia e adorava que me tivesse visto a trabalhar na minha área e que conhecesse a minha filha.

10. Que línguas falas?
Português, Inglês, Castelhano (e dizem os espanhóis que com bastante bom sotaque e fluência) e Holandês (não super fluente mas consigo ajudar velhotes e ter conversas básicas e percebo a maior parte das coisas, se fizer um esfoço)

11. Para onde foi a tua última viagem?
Gouda, foi com os meus pais, conta? Foi só umas horas porque choveu torrencialmente mas deu para conhecer as melhores stroopwafels/siroopwafels do mundo e ver o mercado de queijo.

Quem quiser responder está mais do que à vontade, depois deixem aqui o link ;)

13 perguntas:

1) Onde viverias se pudesses escolher e porquê?
2) Que sonho tens por realizar?
3) És feliz quando...
4) O teu ídolo é...
5) Não conseguia viver sem...
6) Praia ou campo?
7) Arrepender-me do que não fiz ou do que fiz?
8) Há esperança para a humanidade?
9) O que mais te irrita...
10) Os teus 3 piores defeitos e qualidades.
11) Se não tivesses a tua profissão o que serias...
12) Cinema ou filmes em casa?
13) A tua vida dava um livro com que tema?

E os nomeados são:
Matilde
L.
Ana
Mam'Zelle
Sandra
Sofia
Maria
Jéssica
Rititi
Rita
Agridoce (não sabia se podia por o teu nome real)
Messy Jessy
Le Clair de Lune


Uma Peça de Roupa

Decidi abraçar o desafio 1+3 inspirada na Jéssica, que por sua vez foi inspirada pela Carolina.
Para quem quiser participar basta enviar-me um e-mail e eu vou passando as informações todas, este é um desafio de auto-conhecimento em que serão abordados temas mais corriqueiros e outros mais específicos e sérios e apenas participamos naqueles que achamos que fazem sentido.

Quanto ao primeiro desafio- uma peça de roupa, vou-vos falar em calças de ganga.
Quem não tem um par de calças de ganga no roupeiro? Acho que ninguém. Pois este tema é muito sensível para mim porque, com a evolução da moda, ficou mais difícil comprar calças que goste.
Não compreendo a moda das calças todas rasgadas e com manchas de lixívia e afins que me ficam terrivelmente mal.
É que é mesmo difícil comprar calças que sejam de ganga escura simples. As que tenho têm uma ligeira descoloração nas coxas mas demoro imenso tempo a encontrar algumas que goste e fiquem bem sem pagar um balúrdio. Até porque elas não duram muito tempo, contam-se pelos dedos de uma mão as calças que tenho, ou seja uso-as muito, e tendo as coxas bem cheias acabo sempre por fazer buracos no meio das pernas. Então desde que cheguei à Holanda e ando de bicicleta diariamente é um desastre e é indiferente se paguei 20, 50 ou 100€ por elas.

Pessoal de design de moda, dá para fazerem calças de ganga escuras, lisas, sem lixívias, rasgões, ou outros danos ao tecido, skinny ou regular e que (nova moda que detesto) não sejam para ir apanhar mexilhão- fiquem acima do tornozelo?
Agradecia...

Sobre as chupetas


Eu não queria introduzir com receio de interferir com a amamentação mas teve de ser, as coisas andavam mesmo mal e hoje não me arrependo nada, mas respeito quem não o queira fazer. De salientar que usa apenas e só quando vai dormir.

É muito controverso e há as extremistas do não, as do sim e as de que cada um sabe de si!
Quem quer amamentar não deve introduzir chupeta antes da amamentação estar bem estabelecida (por norma demora algumas semanas). Há quem introduza a partir do primeiro dia e corra sempre tudo bem, mas também não custa adiar uns tempos para depois não se ficar com remorsos.
Já sei, já sei que o que faz de mama é a chupeta e não o contrário, que a mama é a chupeta há milénios e não sei quê, mas se nós usamos tudo o que nos dá mais jeito como fraldas descartáveis, brinquedos xpto, tapetes de actividades e por aí fora, porque não usar chupeta?

Acabou o anonimato

O fim do anonimato na doação de gâmetas tem levantado muitas dúvidas, incertezas e preocupação, tanto por profissionais como por casais que estão dependentes de doações.
Em Portugal já existia um déficit de gâmetas, sendo prática comum a compra de outros países, agora o receio é que acabe por haver ainda menos doações o que vai encarecer ainda mais os tratamentos.
Na Holanda quando se antecipava a aprovação da lei as doações caíram drasticamente para praticamente 0 e as listas de espera no banco nacional passaram a ser de 2anos.

Eu sou contra a alteração da lei, mas quanto a isso nada há a fazer no imediato, agora outra polémica é que não ficou explícito se há efeitos retroativos ou não. Mas não será inconstitucional pessoas que doaram os gâmetas em anonimato, gâmetas que foram usados e geraram vida, agora virem a ser abrangidos por esta alteração?

Por via das dúvidas os centros de procriação medicamente assistida estão a contactar dadores para saber a sua posição e se podem continuar com os processos em curso ou não.
A infertilidade já é algo difícil de lidar, há imensos custos associados para a maioria dos casais, o stress e a pressão emocional é enorme, consome muito das pessoas e agora, como se não bastasse, ainda tiveram os tratamentos em standby porque não se sabe o que fazer...

La casa de papel

Tanto zum zum claro que fez com que quiséssemos ver também nós a série mais falada dos últimos tempos...
Segundo consta vai haver uma terceira temporada, desnecessária, deve ser a contar os desfechos dos restantes personagens, talvez o desenrolar do desfecho do Professor.
A série está bem escrita, tem pormenores que são de facto interessantes, tem partes para rir, todo o plano meticuloso, tudo calculado... menos o que não é controlável ou calculável.
Claro que depois há ali muita coisa supérflua (e acabei de aprender a escrever esta palavra que sempre a pensei erradamente), as idas ao café, ir dar umas voltas com o novo namorado, o namorado entrar no perímetro policial, etc... alguns dos personagens não são os melhores actores e há personagens parvos mas a verdade é que acabamos a torcer para que tudo corra bem.

No geral, acho que é um trabalho bem feito, vale a pena ver, mas não é aquela cena tão espetacular!

p.s. a música que eles cantam entranha-se na cabeça de forma estúpida e damos por nós a cantarolar casa fora.

5 meses

Pois e conseguimos mantê-la viva mais um mês, ela parece ser feliz... Sorri muito, ri muito, está cada vez mais crescida e nota-se pelas pequenas conquistas do dia a dia...

Hoje, pela primeira vez em 8 meses voltei a fazer pole dance, ela e o pai foram para a piscina. Claro que já não é o que era, perdi muita força de costas mas soube-me muito bem, agora é tentar voltar todas as semanas...